sábado, março 05, 2005

Wordless atitud, Cosmic love

18 Horas 21 minutos, figuram na task bar do notebook. Queria eu que as horas passassem tão rápido como a paisagem que rodeia a trilha do Alfa-Pendular.
Depois de um dia em reuniões, cálculos, projectos, discussões vai saber bem um banho de imersão acompanhado por um copo de um bom champanhe.
Ao fechar a lid do notebook deparo-me com ela... Cabelo solto e esguio, ar determinado e dinâmico, sensualidade, sex appeal, look nerd e ar rebelde tudo num só.
Ao passar por mim olha-me nos olhos como se me estivesse a manipular mentalmente. Conquista-me pela segunda vez em segundos, o perfume dela desperta os meus mais ávidos e selvagens desejos.
Levanto-me e sigo-a, ela olha para trás, esboça um sorriso e continua esvoaçante e charmosa pelo vagão até entrar no wc.
Ao chegar diante do wc bato à porta... ela puxa-me para dentro, beija-me como se fosse a ultima coisa que ela fosse fazer na vida e rapidamente me despe... Levanta a saia, desvia a roupa interior e sem dizer uma palavra faz com que eu a possua... O wc do vagão é pequeno, mas com imaginação tudo se consegue. O trepidar natural do movimento do Alfa não ajuda nem prejudica, mas o som permite ocultar algumas ousadias...
Entretanto alguém bate na porta, nada nos faria quebrar o vibe intenso em que estávamos. "Ocupadoo" - disse eu. E não menti!
Ela gozou, eu gozei...
Enquanto eu ainda me recompunha do sucedido já ela se refugiava nos cosméticos.
Vira-se para mim, dá-me um beijo na face direita e acaricia-me a esquerda com a mão como que dizendo... Obrigada, gostei!
Abre a porta e eis que lhe oiço a voz aquando da sua intervenção para com o utente que aguardava a sua vez de satisfazer as suas necessidades fisiológicas: "Terminamos. É todo seu!
A cara de estupefacção do indivíduo era tanta ou mais que a minha.
De volta à minha poltrona da primeira classe volto a pensar no meu banho, no meu champanhe e como foi bom ter sido usado...
Texto de Taboaamassa (um apetitoso Peter Pan)