segunda-feira, dezembro 20, 2004

Descobri um jardim de giestas e campainhas bravias

Agarraste-me com a força bruta que te caracteriza o espírito, puxaste-me ao ermo da rua e disseste-me, em catadupa, toda a confusão que te revirava a calma (que nunca terás). Desesperado, perguntaste se queria flores, se gostava de chocolates, se preferia a tua mão dada à minha…ou se apenas queria uma chamada de boa noite quando me sentisse cansada do dia acabado…

Sorri divertida por te ver o sangue inchar as veias e sussurrei: “Amor és tão ridículo, eu só quero foder!”





3 Comments:

Anonymous Anónimo said...

Thank you!
[url=http://rmawsarw.com/gkok/pnia.html]My homepage[/url] | [url=http://vcxxlnea.com/gtga/arvp.html]Cool site[/url]

12:17 da manhã  
Anonymous Anónimo said...

Great work!
My homepage | Please visit

12:18 da manhã  
Anonymous Anónimo said...

Nice site!
http://rmawsarw.com/gkok/pnia.html | http://hobhvarc.com/wnlx/bszz.html

12:18 da manhã  

Enviar um comentário

<< Home