terça-feira, novembro 02, 2004

A primeira coisa que fiz nessa manha foi falar indefinidamente sobre a minha almofada! Falar como se me ouvisses…dizendo tudo aquilo que me oprimes a esconder…

Disse:
“abraça-me!”
“…protege-me…”