domingo, outubro 24, 2004

Eu sou virgem...

O amigo de um amigo de uma amiga minha. Bem parecido e convencido. Uma saída a quatro. Uma discoteca. Depois de me mirar e do parlapié engatatão chega-se a mim e diz "tenho namorada." Fico revoltada mas não o demonstro, planeio.
Quando saímos da discoteca, vou com ele no carro para um qualquer ermo. Provoco-o, excito-o, e no momento em que me começa a tentar despir, páro. Páro e olho através do da janela do carro para as sombras. "Desculpa..." digo, quase a chorar, sem o olhar para não me descontrolar e começar a rir. Respira fundo e toca-me no ombro, sem saber muito bem o que dizer. Fecho a mão com força... "desculpa... tu estás a ser muito querido, e eu também estou muito excitada... mas sou... virgem. Desculpa."
Abraça-me, respirando fundo para se controlar. Quase tenho pena dele. Só quase. Quando melhora, tenta recomeçar uma conversa, mas eu pareço que estou tão chateada comigo própria, tão introspectiva, que desiste, e me pergunta onde moro para me levar a casa. À porta do meu prédio, antes de eu sair, pega-me na mão, beija-a e diz-me olhando-me nos olhos que "gostei muito desta noite, está bem?" Esboço um sorriso e dou-lhe um beijo na cara. És tão ridículo. Nunca hás-de saber o que te fiz. Mas fi-lo. Tal como a pobre da tua miúda não sabe o que tu lhe fazes.

3 Comments:

Anonymous Anónimo said...

Thank you!
[url=http://xomxbptt.com/ptvf/ujac.html]My homepage[/url] | [url=http://unoijimn.com/qwsu/fnfg.html]Cool site[/url]

7:47 da tarde  
Anonymous Anónimo said...

Thank you!
My homepage | Please visit

7:47 da tarde  
Anonymous Anónimo said...

Good design!
http://xomxbptt.com/ptvf/ujac.html | http://gxrvzrpk.com/ktxa/lgcn.html

7:47 da tarde  

Enviar um comentário

<< Home