sábado, março 27, 2004

OUTRO ESCANDALO DO GÉNERO: “PIPINHA A GAROTA-DO-ESTINTOR-DOIRADO”… OU ODE A GIL V VICENTE

É ver-me por aí nos cantos, espartilhada num soberbo Dior, podre de bêbeda, esvaindo-me em lágrimas, agarrando o meu “Moet” e gritando dramática:
- Oh de mim, triste enjeitada…perdida, largada nesta mísera pardieira lisboeta!
Valem-me os fieis amigos das longas cruzadas por “villas”* mais ou menos conhecidas, nestas festas menos ou mais impessoais…Lá vem ele, andrógino, Sir D.W. (de Windor), “el cabalero” trôpego da nossa decadente soirée.
- Vinde donzela que vos salvarei deste martírio diabólico, vinde antes que nos invadam os cabrões (perdão!) fanfarrões jornalistas…