terça-feira, fevereiro 10, 2004

Menina Lua

Concentro-me. Não é visão nem delírio.
Noite. Queita, gelada, serena.
Chá... de jasmim.
Concentro-me. Não é solidão nem tristeza nem nostalgia.
Aconchego. Incenso, cera e lume.


Leva na lembrança
A singela melodia que eu fiz
Prá ti, ó bem amada
Princesa, olhos d'água
Menina da lua
Quero te ver clara
Clareando a noite densa deste amor
O céu é teu sorriso
No branco do teu rosto
A irradiar ternura
Quero que desprendas
De qualquer temor que sintas
Tens o teu escudo
O teu tear

Tens na mão, querida
A semente
De uma flor que inspira um beijo ardente
Um convite para amar...


Interpretado por Maria Rita, letra de Renato Mota.