sexta-feira, janeiro 16, 2004

Uma inspiração para o fim de semana

Lembro-me do seu vai/vem dentro do meu corpo, do seu ritmo...leve, lento, lascivo...lutando contra a sua própria necessidade...E, tremia, tremia sobre os seus próprios braços, controlando os impulsos, digamos, mais profundos, enquanto repetia: "vamos experimentar uma coisa mais...demorada!!!"...Puxei-o e disse-lhe num sussurro: "és doido!": Por favor, eu queria é que ele o enterrasse todo dentro de mim, mais rápido, mais intenso, mais profundo...mais!!! MAIS!!! Ai...