sábado, janeiro 24, 2004

pa' minha amiga


Lembro-me do medo que senti na altura pelos meus sentimentos. Seria uma fase adolescente , efémera como tantas outras, ou a nascente de um rio de novas sensações? O que sentir depois do que aconteceu? «Lu, estar contigo não é a mesma coisa.» Obvio que não é a mesma coisa, só poderia ser diferente. Mas eu gostei. Gostei ao ponto de questionar todos os preconceitos, todas as crenças e certezas que tinha, e eu sei que tu percebeste isso.
Não te vou pressionar mais a beijar-me. Gosto de ti como amiga e isso é o mais importante.
Mas perdi o medo pelo que possa vir a acontecer e a sentir e principalmente perdi o medo de admiti-lo a mim mesma. Só ficou o medo pela tua reacção. Espero que não mude nada entre nós.