terça-feira, janeiro 13, 2004

O Sexo... dos Anjos

Acreditem se quiserem, mas este hábito decrépito de se querer, a toda a força, distinguir o que é Sexo e o que é Amor, nauseia-me!
A velha conversa de café entre amigas de 16, 17, 18 anos (mais velhas ou mesmo mais novas, porque não) que discutem o que já fizeram, o que não fizeram e o que hão ainda fazer... Há sempre uma pseudo-púdica que diz que nunca na vida há-de ter sexo sem que exista envolvimento emocional, sem que ame a pessoa, blá blá blá... TRETAS!
Senão vejamos... Não será tudo a mesma coisa? O acto não será o mesmo? O que muda, então?
Muda, com certeza, a pessoa. Apenas e só isso!
Sexo, é sexo... No mundo animal chamam-lhe cópula e não deixa de estar correcto. É mesmo disso que se trata. O acto mais irracional do animal (dito) racional que somos nós. O acto reprodutivo na sua essência, ao qual quando praticado por mero passatempo há quem dê o nome de "foda"!
Acabem, por favor, com esses pontos de vista lamexas que, à luz da nossa sociedade, já nada trazem de novo e que, no fundo, só sao ditos da boca p'ra fora... Não serão um pouco retrógrados?
Quando a nossa amiga pseudo-púdica se der conta, de facto, do conteúdo das suas declarações (algum tempo mais tarde, quando lhe passar a fase da inocência estúpida e do romantismo barato) acreditem, amigos, vai dar uma gargalhada. E vai fazer de conta, à frente dos outros, claro, que continua a pensar do mesmo modo - afinal, fica sempre bem dar aquele ar de menina de colégio que lê romances pindéricos comprados no quiosque da esquina, que sonha com o seu príncipe encantado com o qual deseja casar e ter um casalinho de rebentos.
E agora, podia fazer aqui uma longa dissertação acerca do que acho do sexo, do que os outros acham que eu acho e do que eu acho que eles devem achar... Mas não tenho paciência porque, e isto é mesmo verdade, perco-a a tentar explicar a terceiros como as suas maneiras de pensar roçam seriamente os limites do patético! E quanto mais penso... mais farta deste assunto fico...

Dêem-me a mulher da minha vida e eu prometo que me passa o mau feitio! LOL