segunda-feira, janeiro 05, 2004

Eu não sou frágil....ou...bem...talvez seja...mas só um bocadinho...

Apeteceu-me manter a minha pose arrogante e snob perante aquele cheiro a mofo e aquela alcatifa encardida de nódoas...Mesmo assim, engoli o meu orgulho, sorri e aceitei a cama rodada, por onde tantos corpos antes passaram....Não percebes?Queria estar contigo, queria sentir-te no meu corpo, mesmo que tal significasse engolir o orgulho e deitar-me na cama rodada por onde tantos corpos antes passaram...Agora acusas-me de te ter enganado, acusas-me de não ser como me pintei...Por favor!É ridiculo...E pensava eu que gostava de mim pelo misto que sou e não pelo estereótipo que imaginaste!!!