quarta-feira, novembro 12, 2003

a minha 1ª vez


Comecei a despir-me devagar pelo medo. Tinha motivos para ter medo... expor-me assim era diferente. Já ti­nhamos falado disso e lembro-me que disse k o fotografo também se expõe. Não percebi.
- Não quero que fotografes o meu rosto.
Assentiu. Virei-me para ele desconfortável e inibida. Todas as pessoas são inseguras às vezes e eu sou insegura sempre, mas o olhar atento dele percorria o meu corpo e aparentava adoração e contemplamento. Reconfortou-me. Desinibiu-me.