quarta-feira, outubro 15, 2003

o meu primeiro flirt

Era ainda noite, e ali à  beira-mar estávamos apenas a ser iluminados pelas luzes da estrada. Lá fora estava frio e os vidros embaciaram depressa. Lá dentro estava o calor de uma atração que fui incapaz de conter. Beijei-o afoita e afoitos satisfizemos os desejos do corpo. Adormeci nua, deitada no banco de trás, com ele a falar baixinho a meu lado enquanto me mexia no cabelo e me acariciava as costas numa atitude confusa, carinhosa e um pouco contemplativa. Quando acordei passado pouco tempo, o sol tinha acabado de nascer e umas gaivotas barulhentas sobrevoavam o carro, um cenário bonito demais para o turbilhão de sentimentos que me assolavam... o meu primeiro flirt.